Fonte do Castelo




Castelo de Vide, Janeiro de 2017

A Fonte do Castelo, adossada à muralha, é a décima da rota.


Maio de 2018

Admiradouro






Lisboa, Junho de 2018

Como não há uma sem duas, a Maternidade de Botero tem por vizinha a escultura mais polémica de Lisboa: o inenarrável Monumento ao 25 de Abril, da autoria de João Cutileiro (1997), enquadrado pelas colunas monumentais do Estado Novo, projectadas por Keil do Amaral, em 1942, e amesquinhado pela bandeira gigante. Há coisas difíceis de compreender, mas o lugar convida é à contemplação, do Parque Eduardo VII e da cidade.

Maternidade








Lisboa, Junho de 2018

Fernando Botero, Maternidade, 1989.

Inaugurada em 1999, encontra-se no Jardim Amália Rodrigues, junto à Alameda Cardeal Cerejeira. Foi oferecida ao município lisboeta pelo empresário Stanley Ho e é idêntica a outra que se encontra em Oviedo. Tal como toda a obra do artista colombiano, este trabalho não é isento de crítica.

Jacarandás em Lisboa




Lisboa, Junho de 2018

Jacaranda mimosifolia (D. Don, 1822), o jacarandá-mimoso, a confirmar a Primavera, no Parque Eduardo VII e no Jardim do Campo Pequeno.

Scaurus punctatus






Portalegre, Maio de 2018

Scaurus punctatus (Fabricius, 1798), um escaravelho muito comum, nesta altura do ano.






Portalegre, Junho de 2018

Fonte do Cortiço






Brejo, Castelo de Vide, Maio de 2018

Construída no século XX, a Fonte do Cortiço é a 5.ª da rota.


(fotografia de Miriam O)

Lalique






Portalegre, Maio de 2018

Fugaz


Portalegre, Junho de 2018