Mais 365


Portalegre, Dezembro de 2016

Passaram a correr, pois foi. Objectivo atingido, calendário cumprido.
Novidades, novidades, em etiquetas, foram: Arqueologia industrial, que me permitiu organizar e completar a série Robinson e que espera por séries novas, que ainda não tive tempo de organizar; Palmeiras, que veio dar um sentido à devastação do escaravelho-vermelho; e, interesses genuinamente novos: Cruzeiros; Fontes e chafarizes; Vidrões; e a reflexão sobre a obra Fermentando, de Quique Esteban Jiménez.
No entanto, posta a pensar nisso, acho que o tópico que mais marcou o ano que teima em não findar foi a Arte de rua, que, com um aumento de 162,9 %, reflecte a minha nova paixão pelas pinturas murais e pela street art em geral (vidrões incluídos). A reboque da arte de rua, tiveram novo impulso as etiquetas Urban grey e Pelas paredes, com aumentos, respectivamente, de 98,5 e 97 %. Pensando nisso, talvez se justifique uma reconfiguração das etiquetas, ou da sua aplicação.
Outro factor determinante para o resultado final foi o zoom maravilha do meu novo equipamento, que me permitiu estender o olhar cada vez mais longe e mais alto e perscrutar pormenores que antes me passavam despercebidos, como estátuas e remates arquitectónicos variados, e configurações de telhados e águas-furtadas. Surgiram, assim, as séries, (ainda) não elevadas à categoria de etiquetas, Musas e Ângulo morto: composições improváveis, e foi alargado o acervo de Chaminés (mais 94,7 %).
Descendo à terra, cresceram as etiquetas Lampiões (mais 90,9 %), Animais (mais 74,4 %) e Homenagens (mais 52,6 %), a série Esmalte azul e a recém-surgida Um São José de azulejos.
Comparando com as previsões de há um ano, avancei com as fontes e chafarizes e com as imagens de santos, mas ainda não com o resto. Outros interesses se intrometeram, outros se intrometerão, assim vai este sítio andando. Vale o que vale, que é nada. Eu chamo-lhe a minha biografia externa.

Um São José de azulejos (7)


Portalegre, Dezembro de 2016






Cabeço de Vide (Fronteira), Dezembro de 2016




Amadora, Dezembro de 2016

Quadros da devoção: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6

Filtro azul


Portalegre, Fevereiro de 2016

A rainha, no Carnaval.

Alegoria #5


Santo António das Areias (Marvão), Dezembro de 2016

Vida projectada: 0 | 1 | 2 | 3 | 4

Presépio barroco português






Lisboa, Dezembro de 2015

Pormenores do presépio setecentista da Basílica da Estrela, de autoria atribuída ao escultor Joaquim Machado de Castro.

Presepe napoletano




Nápoles (Itália), Setembro de 2016

Pormenores do presépio setecentista do Mosteiro de Santa Clara.

Galáxia (2)




Lisboa, Dezembro de 2016

Galáxia












Lisboa, Dezembro de 2016

RAM, Corn79 & ETNIK, Lisboa, Setembro de 2016 (aqui).

Rio de prata (2)


Lisboa, Dezembro de 2016

Alegoria #4


Santo António das Areias (Marvão), Dezembro de 2016

Vida projectada: 0 | 1 | 2 | 3

Ananidade


Santo António das Areias (Marvão), Dezembro de 2016

Um São José de azulejos (6)












Santo António das Areias (Marvão), Dezembro de 2016

Quadros da devoção: 1 | 2 | 3 | 4 | 5

Esmalte azul (8)






Santo António das Areias (Marvão), Dezembro de 2016

Mais esmaltes: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7

Homenagem (23)


Avis, Novembro de 2016


Portalegre, Fevereiro de 2016


Viseu, Maio de 2011


Vaiamonte (Monforte), Março de 2009 (recuperada daqui)

O seu a seu dono. Creio que tenho mais destas, a ver se as encontro.

Construção


Portalegre, Novembro de 2016

Azinhaga (2)


Portalegre, Novembro de 2016

Engarrafamento


Portalegre, Novembro de 2016

Alegoria #3


Amadora, Novembro de 2016

Vida projectada: 0 | 1 | 2

Chão de chuva




Badajoz (Espanha), Dezembro de 2016

Small world (2)






Castelo de Vide, Novembro de 2016

E ainda, a matar mais umas quantas:

Ofélia




Castelo de Vide, Novembro de 2016

Homenagem (22)




Urra (Portalegre), Novembro de 2016


Portalegre, Novembro de 2016




Portalegre, Novembro de 2016 (aqui)

Alquimia










Portalegre, Novembro de 2016

Como ontem o Sol poente transmutou chumbo em ouro.

À borda d'água






Albufeira do Maranhão, Avis, Novembro de 2016

City lights


Portalegre, Novembro de 2016

Estêncil


Amadora, Outubro de 2016


Avis, Novembro de 2016

Um São José de azulejos (5)








Portalegre, Novembro de 2016


Avis, Novembro de 2016


Monforte, Maio de 2016


Viseu, Maio de 2011

Quadros da devoção: 1 | 2 | 3 | 4

Remate (2)




Avis, Novembro de 2016

Alta tensão


Pelo Alentejo fora, Outubro de 2016

Small world




Portalegre, Outubro de 2016






Portalegre, Novembro de 2016

Não


Lisboa, Outubro de 2016

Outras passadeiras: 1 | 2

Perigeu


Portalegre, Novembro de 2016

A mais super de todas, à chegada ao meu bairro, a erguer-se sobre o pinhal.